Andreessen Horowitz abre escola focada em startups cripto

Sem categoria

A empresa de capital de risco Andreessen Horowitz (a16z) está abrindo uma escola especializada em startups com o objetivo de desenvolver projetos relacionados a criptomoedas.

A Andreessen Horowitz revelou sua Crypto Startup School em anúncio de 3 de outubro, dizendo que pretende “encorajar mais empreendedores de tecnologia a iniciar projetos cripto e ajudar os ‘curiosos’ sobre o tema a navegar pelo labirinto de ideias”.

Em referência ao temo “labirinto de ideias”, a empresa ressaltou a importância de boas idéias para a indústria de startups, que são “planos bem desenvolvidos e que levam alguns anos, contemplando muitos caminhos possíveis de acordo com as mudanças no mundo”.

Comentando sobre o lançamento da iniciativa, Chris Dixon, sócio geral da Andreessen Horowitz, disse ao The Block que a escola será gratuita, acrescentando:

“Vamos administrar uma escola especificamente para startups cripto, com o melhor do que aprendemos nos últimos sete anos como práticas recomendadas nesta categoria”.

Blockchain e cripto na educação

Nos últimos meses, vários players do setor lançaram iniciativas ligadas à educação. Mais recentemente, a rede de computação centrada na privacidade e o ecossistema de aplicativos Blockstack anunciou uma parceria com a escola online baseada em habilidades Lambda School. Os alunos inscritos no programa agora podem aprender a codificar aplicativos Blockstack e obter receita mensal por meio do seu App Mining Program.

A importante exchange  Binance apresentou um novo projeto dedicado a desenvolvedores, chamado Binance X. O projeto deve apoiar os desenvolvedores e suas iniciativas, auxiliando na educação e colaboração da Binance e conectando-os a programas internos relevantes que ajudam os projetos a progredir em diferentes estágios de crescimento.

No fim de agosto, a Coinbase publicou uma pesquisa em que usou classificações do US News e World Report para elaborar uma lista das 50 melhores universidades. A análise mostrou que 56% das 50 melhores universidades do mundo oferecem uma ou mais aulas sobre tecnologia de criptomoeda ou blockchain.

Fonte Cointelegraph

Last modified: 3 de outubro de 2019