CEO da DD Corporation confirma que a empresa ‘quebrou’ e pede 1 ano para pagar investidores

Sem categoria

O CEO da DD Corporation, antiga Dreams Digger, Leonardo Araújo, reconheceu em um vídeo publicado no YouTube que a empresa “quebrou” e pediu um ano para pagar os investidores.

No vídeo, Araújo, que responde pela empresa suspeita de fraude e pirâmide financeira com Bitcoin, é enfático:

“Não temos mais possibilidade financeira alguma. Não temos caixa para devolver o dinheiro investido”

Segundo ele, a culpa pela falência da é da Graff Tecnologia, empresa responsável pela plataforma de negociação da DD Corporation. Ele diz que houve um rombo na plataforma pois os rendimentos, depósitos e saques estariam sendo duplicados por falha na plataforma. Segundo ele, um suposto hacker efetuou um saque de US$ 700 por 99 vezes. E diz:

“Imagina que uma vez encontrada essa falha, o cliente poderia ficar repetindo esse processo de modo que ele conseguisse transformar mil dólares em milhares de dólares. Era um gerador de saldo”

Finalmente, ele diz que o pagamento prometido para 10 de fevereiro, ou seja, na última segunda-feira, deve passar para 2021, e que o suposto robô de arbitragem Next será descontinuado:

“Nós não seguiremos com o Next, nós não seguiremos entregando rentabilidade. Nós iremos operar o capital que sobrou para tentar recuperar o dinheiro”

A DD Corporation antes era conhecida como Dreams Digger, empresa proibida de atuar pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil por suspeita de fraude e pirâmide financeira. O Ministério Público e a CVM investigam a DD Corporation desde dezembro, o que levou a empresa a anunciar sua “saída” do “marketing multinível”. Desde então os clientes não recebem pelos investimentos e, conforme noticiado, não há prazo real para que a situação se resolva.

Fonte Cointelegraph

Last modified: 11 de fevereiro de 2020