Ether atinge US$ 500 pela primeira vez desde junho de 2018 e supera desempenho do Bitcoin em 2020

Sem categoria

Ether (ETH) voltou a US$ 500 pela primeira vez em mais de dois anos em 20 de novembro, marcando uma mudança no mercado das altcoins, que lentamente se recuperavam de desempenho ruim.

Visão geral do mercado de criptomoedas do Coin360.com

Ether registra máxima de mais de 2 anos em US$500

Os dados do Cointelegraph Markets, Coin360 e TradingView mostraram ETH/USD superando brevemente a barreira psicológica nas negociações de sexta-feira, antes de uma correção interromper a ruptura.

Apesar de ser limitado a cerca de 6% de ganhos diários no momento da publicação, a performance do Ether encantou os traders, que observaram que, no geral, em 2020, o maior altcoin superou até o Bitcoin (BTC).

Os retornos acumulados no ano estão em 284% para o Ether e 155% para Bitcoin.

Em contraste com a queda de seus preços em meados de março, logo após a quebra de ativos cruzados induzida pelo coronavírus, o Bitcoin ainda é o jogador mais forte. Na época, o ETH / USD era negociado a apenas US$ 117, fazendo com que os níveis de sexta-feira aumentassem 327%, enquanto o BTC/USD ganhou 411% de US$ 3.600 para US$ 18.420.

Bitcoin vs. gráfico anual de preços de Ether. Fonte: Digital Assets Data

Juntamente com a visita de US$ 500 – a primeira do Ether desde junho de 2018 – outros altcoins importantes também mostraram sinais de vida, notavelmente o Litecoin (LTC), que com ganhos de 12% superou o Bitcoin no dia, e é o único altcoin importante a superar o BTC no mês passado – em 7%.

Anteriormente, o analista Michaël van de Poppe, do Cointelegraph Markets, argumentou que uma nova “altseason” precisaria esperar, mas que um topo realista para a próxima corrida de alta do Ether poderia chegar a US$ 20.000.

Em uma entrevista com Van de Poppe para o Cointelegraph, entretanto, o CEO da Nugget’s News, Alex Saunders, previu que a ETH / USD superaria seu recorde histórico atual de US$ 1.400 até o final de 2021.

Bitcoin desafia novamente os US$ 18.420

Enquanto isso, o Bitcoin prendeu firmemente a maior parte das atenções na sexta-feira, ganhando os US$ 18.000 e continuando a encontrar resistência em seu topo anterior de US$ 18.420 no início da semana.

A antecipação de ganhos adicionais permanece forte, com as máximas de US$ 20.000 em 2017, formando o único nível de resistência importante mais acima no gráfico.

Uma correção, possivelmente para níveis tão baixos quanto US$ 11.600, ainda está para ocorrer, com US$ 17.200 agora servindo como suporte firme para os touros.

LEIA MAIS

Fonte Cointelegraph

Last modified: 20 de novembro de 2020