Gemini contrata ex-executivo do Starling Bank para sua investida na Europa

Sem categoria

A Gemini, a mais importante exchange global de criptomoedas de acordo com o mais recente Exchange Benchmark da CryptoCompare, contratou um ex-executivo sênior do Starling Bank, sediado no Reino Unido.

Julian Sawyer, ex-CEO e cofundador do Starling, agora vai liderar a Gemini Europe – filial europeia da Gemini Trust Company – como diretor-gerente para o Reino Unido e Europa, anunciou a empresa em 4 de dezembro.

Mais de 20 anos em organizações de serviços financeiros de grande crescimento

De acordo com um anúncio do presidente da Gemini, Cameron Winklevoss, Sawyer se une à grande exchange cripto dos EUA com um total de 20 anos de experiência em organizações de serviços financeiros em crescimento. Antes da Starling, Sawyer fundou a Bluerock Consulting, uma consultoria de gestão financeira, que ele vendeu em 2012.

Sawyer também trabalhou como consultor de gestão na EY, empresa que é membro do Big Four de auditoria e na empresa irlandesa de serviços profissionais Accenture, diz o anúncio.

Em sua nova função na Gemini, Sawyer será responsável por construir a estratégia comum da exchange de criptomoedas na região. Além de gerenciar o desenvolvimento e as operações do produto, o novo executivo europeu gerenciará as contratações no Reino Unido e na Europa e se reportará diretamente a Cameron.

A Europa e o conceito de “regulamentação ponderada” do Reino Unido

No anúncio, Tyler Winklevoss afirmou que a Europa é o “berço dos mercados financeiros modernos”, enquanto o Reino Unido é um importante centro de inovação financeira global há centenas de anos. Cameron também observou a “regulamentação cuidadosa” da Europa e do Reino Unido em uma postagem de blog:

“O próprio conceito de regulamentação ponderada foi desenvolvido a partir das lições aprendidas nesses mercados ao longo de séculos. Nosso etos – de pedir permissão, não perdão – foi o primeiro na indústria de cripto e homenageia e continua a se basear na Europa e na tradição de regulamentação cuidadosa do Reino Unido”.

A Gemini vislumbrou o suporte ao Reino Unido pela primeira vez no ano passado, quando supostamente começou a contratar consultores para supervisionar sua potencial expansão no país. O suporte para a Austrália veio em seguida em agosto de 2019. Segundo o site, a Gemini também opera em Hong Kong, Cingapura, Coreia do Sul e Canadá.

Fonte Cointelegraph

Last modified: 4 de dezembro de 2019