Warning: Constants may only evaluate to scalar values in /home/noticias/public_html/br/wp-content/plugins/cyberseo/cyberseo.php(52) : eval()'d code on line 3

Warning: Constants may only evaluate to scalar values in /home/noticias/public_html/br/wp-content/plugins/cyberseo/cyberseo.php(52) : eval()'d code on line 3

Warning: Constants may only evaluate to scalar values in /home/noticias/public_html/br/wp-content/plugins/cyberseo/cyberseo.php(52) : eval()'d code on line 3
Interesse em criptomoedas cresce à medida que Bolsa brasileira tem um dos piores desempenhos do mundo em 2021 - Notícias CryptoMarket

Interesse em criptomoedas cresce à medida que Bolsa brasileira tem um dos piores desempenhos do mundo em 2021

Sem categoria

O crescimento do interesse por criptomoedas foi uma das principais tendências detectadas por uma pesquisa interna da XP Investimentos realizada com os consultores financeiros da empresa para análise do comportamento dos clientes, revelou uma reportagem do Money Times.

Outro viés dominante do levantamento revelou o aumento das intenções dos investidores de abandonar os fundos de renda variável, motivados pelo fraco desempenho da Bolsa brasileira até agora em 2021. No acumulado do ano, o Índice Ibovespa apresenta uma variação negativa de 13,41%.

Não apenas o Ibovespa tende a fechar no vermelho o ano de 2021 como a Bolsa brasileira apresenta um dos piores desempenhos do mundo quando comparada à de outros países do mundo inteiro.

Em uma postagem no Twitter na manhã desta quarta-feira, Renato Breia, sócio-fundador da Nord Research, apresenta uma tabela comparando os índices da principais bolsas mundiais no mês de novembro e até agora em 2021. Neste último quesito o Brasil figura na última colocação.

Enquanto isso, o Bitcoin (BTC), a maior criptomoeda do mercado, acumula uma valorização de pouco mais de 100% no mesmo período.

De acordo com a pesquisa, em novembro o percentual dos assessores que disseram que seus clientes pretendem diminuir a alocação em investimentos de renda variável recuou em nove pontos percentuais. Apenas 11% declararam intenções de aumentar aplicações nesta classe de ativos.

De acordo com os consultores entrevistados, 49% do investimentos em renda variável de seus clientes encontram-se abaixo da média histórica, 12% a mais em comparação com o mês anterior.

Outro número negativo em relação dos instrumentos de renda variável aponta que, hoje, apenas 10% dos clientes do varejo têm rendimentos acima da média histórica. Trata-se do menor valor desde que a XP começou a realizar esta série de pesquisas.

Renda fixa e tesouro direto têm a preferência dos investidores

Embora os criptoativos tenham entrado ainda mais no radar dos clientes da XP, ocupam o quarto lugar na lista de interesse dos investidores. Os instrumentos financeiros preferenciais dos clientes da XP são o Tesouro Direto e a Renda Fixa (75%), com investimentos no mercado de ações do exterior (62%) em segundo lugar e os fundos de renda fixa (48%) em seguida.

De acordo com a pesquisa, o aumento da Taxa Selic justifica a preferência dos investidores por aplicações em instrumentos de renda fixa. O ouro, concorrente direto do Bitcoin quando se trata de ativos de reserva de valor, está na última posição na preferência dos clientes da XP.

Conforme noticiou o Cointelegraph Brasil recentemente, os ativos digitais têm se tornado cada vez mais populares no Brasil, a ponto de Roberta Antunes, executiva da gestora de investimentos Hashdex, ter declarado recentemente que “todo mundo vai intestir em criptomoedas no Brasil.”

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!

Fonte Cointelegraph

Last modified: 1 de dezembro de 2021