Interrupção no nó da Stellar provoca o congelamento completo de transações por duas horas

Sem categoria

A rede blockchain Stellar (XLM) parou de confirmar transações por duas horas em 15 de maio, executivos da empresa confirmaram em um post nas redes oficiais da companhia.

A Stellar, cujos tokens Lumens seriam atualmente a oitava maior criptomoeda por capitalização de mercado, caiu completamente por cerca de 110 minutos na quarta-feira.

A causa aparente seria uma queda de rede em nós da Stellar Development Foundation (SDF), com a maioria das redes confiáveis.

Depois disso, outros participantes falharam em buscar consenso para os blocos e nenhuma transação foi validada até que os desenvolvedores resolvessem o problema.

“Espero realmente que tenhamos um debate real sobre descentralização depois do ocorrido. E sobre estratégias para chegar a essa descentralização”, comentou o usuário do Reddit u/cryptobrant, sobre o ocorrido. Ele continuou:

“Quanto mais a rede cresce, mais novatos passam a confiar apenas nos mesmos nós, e mais difícil será conquistar a descentralização.”

O XLM viu volatilidade grande durante o tempo de queda, recuperando-se para subir 23% nas últimas 24 horas. O preços atual de XLM/USD é de US$ 0,148, na melhor performance do Token desde dezembro.

A Stellar, porém, não escapa de críticas sobre sua estrutura na indústria cripto, com o ex-executivo do consórcio blockchain R3 Tim Swanson sugerindo que ela teria apelo limitado como plataforma.

“O que basicamente aconteceu foi que uma massa crítica de nós caiu causando uma falha em cascata e, assim, toda a rede caiu, mas como ela não é usada com frequência, poucos notaram” ele publicou no Twitter.

Em uma aparente tentativa de aumentar sua disseminação, a Stellar fez uma parceria com a provedora de carteiras Blockchain.com em uma oferta de tokens de US$ 125 milhões em novembro do ano passado.

Fonte Cointelegraph

Last modified: 16 de maio de 2019