Segurem-se: dados de opções de Bitcoin dizem que US$ 18,5 mil não é máxima local

Sem categoria

Nessa quarta-feira, o preço do Bitcoin (BTC) atingiu o pico de US$ 18.476 após uma impressionante alta de 35% que parece ter começado no início de setembro.

Este poderoso movimento foi seguido por uma correção para US$ 17.000, um recuo natural. Esse ajuste levou alguns investidores a questionar se a formação atual se assemelha ao topo de US$ 13.850 formado em julho de 2019.

BTC/USD, Julho 2019. Fonte: TradingView

Naquela época, uma queda de 30% seguiu-se a uma alta de tamanho semelhante e, depois, o Bitcoin levou 14 meses para recuperar o nível de US$ 13.850. Coincidentemente, um intenso crash rápido aconteceu logo após a alta local, mas o preço acabou se recuperando e se estabilizando perto de US$ 12.800.

Se algo semelhante acontecesse desta vez, os investidores esperariam uma baixa de US$ 13.000 para o ciclo atual. Além de um crash repentino após uma forte alta, que outros indicadores imitam a atividade do preço de julho de 2019?

O primeiro passo é analisar o indicador de base futura, o que pode ser interpretado como otimismo do investidor. A base também é frequentemente chamada de prêmio de futuros e mede o prêmio dos contratos de futuros de longo prazo em relação aos níveis atuais (mercados tradicionais) à vista.

Os contratos de futuros de mês fixo geralmente são negociados com um leve prêmio, indicando que os vendedores solicitam mais dinheiro para reter a liquidação por mais tempo. Em mercados saudáveis, os futuros devem ser negociados a um prêmio anualizado de 5% ou mais, também conhecido como contango.

Base anualizada de futuros de 3 meses de Bitcoin, Julho 2019. Fonte: Skew

Algum otimismo excessivo pode ter ocorrido já que o indicador de base atingiu 20% em 23 de junho. No entanto, manteve níveis muito saudáveis durante toda a correção de preços em 2019.

O gráfico acima pode ser interpretado como uma relutância absoluta em reduzir as posições compradas. Este movimento aconteceu apesar de um crash rápido de US$ 2.000 seguido por uma correção de 30% do topo.

Curiosamente, nem mesmo a queda de 30% que se seguiu ao topo de US$ 13.850 reduziu o prêmio do contrato de futuros. O otimismo reduzido geralmente tem um impacto enorme no indicador de base.

Avance rapidamente para o cenário atual e não haverá um único exemplo de otimismo excessivo de acordo com a mesma métrica.

Base anualizada de futuros de 3 meses de Bitcoin, Novembro 2020. Fonte: Skew

O gráfico acima mostra o indicador básico caindo rapidamente abaixo de 10% logo após a formação superior de US$ 18.500. Para diferenciar ainda mais o preço atual de julho de 2019, duas semanas antes do pico do preço, o prêmio futuro ficou em 0%, uma indicação clara de que os investidores estavam pessimistas.

Desta vez, o nível mais baixo nas últimas semanas foi de 7%. Isso significa que os investidores mantiveram expectativas positivas nos últimos dois meses, enquanto em julho de 2019 o mercado enfrentou uma alta intensa, rápida e otimista.

Os traders de opções não estavam tão otimistas antes do pump

Para avaliar melhor o sentimento atual do mercado, os investidores também devem avaliar os spreads do mercado de opções. O indicador de distorção delta de 25% mudará para negativo quando as opções de compra (neutras/otimistas) forem mais caras do que as opções de venda equivalentes. A métrica geralmente oscila entre -20% a + 20% e reflete o sentimento atual do mercado.

Distorção delta de 25% das opções de 3 meses do Bitcoin, Junho 2019. Fonte: Skew

Curiosamente, o Bitcoin passou por uma alta de 80% nas três semanas anteriores ao pico de US$ 13.850, mas o mercado de opções parecia mal preparado para isso. Na época, a proteção para o lado positivo usando opções de compra era negociada com o mesmo prêmio das opções de venda pessimas.

Portanto, podemos concluir que os traders de opções estavam precificando a mesma probabilidade de uma forte oscilação do mercado em qualquer direção. Esta situação não tem acontecido recentemente, como mostra o indicador de distorção delta de 25%.

Distorção delta de 25% das opções de 3 meses do Bitcoin, Novembro 2020. Fonte: Skew

Nos últimos 30 dias, este indicador de sentimento do mercado de opções tem sinalizado alta. Os traders não estão dispostos a vender proteção pelo lado positivo, fazendo com que o indicador de distorção alcance um valor sem precedentes de -30%.

Como os traders profissionais estão exigindo um prêmio considerável para as opções de compra otimista, só se pode concluir que uma queda repentina de preço está longe de suas expectativas.

Os investidores não devem tomar decisões apenas com base na interpretação de um único indicador que mostra que os traders de opções estão excessivamente otimistas no momento. Esses traders podem ter sido pegos de surpresa e, portanto, não estão ansiosos para abrir posições vendidas.

Existem diferenças substanciais entre o topo de julho de 2019 e o mercado atual de acordo com os mercados de futuros e opções. Isso indica que não há sinais de que ocorrerá uma queda de 30% nos próximos dias.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as visões da Cointelegraph. Todo movimento de investimento e negociação envolve risco. Você deve conduzir sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS:

Fonte Cointelegraph

Last modified: 19 de novembro de 2020