Urgente: Áudios vazados revelam vida de luxo de presidente da DD Corporation enquanto clientes estão sem receber

Sem categoria

Uma série de áudios vazados em 14 de fevereiro e compartilhados com o Cointelegraph, revelam que o presidente da DD Corporation (antiga Dreams Digger), Leonardo Araújo, vive uma vida de luxo comprando casas, carros, trocando milhares de dólares e euros todo dia e usando em viagens na Europa.

A empresa está com o pagamento dos supostos rendimentos em Bitcoin  e seus usuário há pelo menos 4 meses. Prometendo retornos de até 4% ao dia, a empresa é acusa de Pirâmide Financeira e está sendo investigada pelo Ministério Público, Polícia Civil e Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em uma série de audios, muito provavelmente trocados entre Araújo e negociantes de P2P no Brasil, revelam que, enquanto a empresa atrasa o pagamento de seus clientes, o CEO mantém contas na Bitfinex, Kraken e outras exchanges de criptomoedas onde, aparentemente, possui muita quantidade de bitcoin para bancar uma vida de luxo.

Em uma das negociações, Araújo negocia a venda de 2 bitcoins.

Em outra negociação Araújo declara que tem a necessidade de 30 mil euros, para pagar advogado, contas pessoais e para comer.

Em outra suposta negociação o presidente da DD fala em liquidar 200 mil euros em Bitcoin,o que, pela cotação atual, seriam mais de 21 Bitcoins.

Araújo também revela que deseja ter uma conta na ilha de Malta, para poder ‘converter’ os Bitcoins direto em Euro, na ilha e transferir para Portugal.

Araújo não se importa nem mesmo com o valor que será pago pelos Bitcoins. Ele pede mais de 110 mil euros para pagar uma BMW e outros custos pessoais, para comprar uma casa. Além de cerca de 200 mil euros, divididos em parcelas de 50 mil. Além de uma outra possível venda de 500 mil euros. Tudo para pagar custos na Europa.

Em um outro áudio, o presidente da DD, revela que está buscando abrir uma conta no banco Atlantico Europa, com a finalidade de “Ocultar o que estou fazendo aqui”, segundo diz.

Em uma outros dois áudios, Araújo revela que o negócio da DD não é sustentável e que ele somente funciona como uma pirâmide financeira e que depende totalmente da entrada de novos clientes, semanalmente. Além disso, os supostos rendimentos são distribuídos de acordo com o critério próprio dele e não atendendo a nenhuma das alegações de investimento da DD.

Em outros audios vazados, revela planos da construção de um escritório em Portugal mas que não será utilizado 100% pela DD, mas por uma operação de software que, segundo ele, deve ser usada por outras empresas do tipo da DD Corporation, porém, Araujo quer ficar com todos os bitcoins de quem usar o sistema.

Como noticiou o Cointelegraph, recentemente Araújo declarou que tinha ido a Portugal pois havia recebido ameaças no Brasil. A ‘viagem’ para Portugal, foi feita depois de admitir que a empresa, antes conhecida como Dreams Digger, quebrou e de que a empresa não tinha dinheiro para honrar suas dívidas com investidores.

Confira mais notícias

Fonte Cointelegraph

Last modified: 14 de fevereiro de 2020