‘When Lambo?’: gráfico aponta relação entre preço do Bitcoin e incidência da palavra ‘Lamborghini’ no Reddit

Sem categoria

O universo das criptomoedas não é só baseado em tecnologia, programação, investimentos e finanças, mas também em memes. São várias as brincadeiras que surgiram entre entusiastas do assunto, como “HODL”, “to the moon” e “when Lambo?”. Agora, uma pesquisa mostra que elas podem tem relação direta com o preço do Bitcoin.

É claro que não se trata de influenciar o mercado, mas de servir como indicativo de como o mesmo está se comportando – em especial o meme que faz referência ao superestivo italiano, brincando com o fato do aumento de preço das criptomoedas permitir a compra do carro milionário.

Uma análise do site ChartStar publicada na última quinta-feira, 13 de fevereiro, mostra que existe uma correlação entre o preço do Bitcoin (BTC) e as menções do termo “Lamborghini” e suas variações no Reddit, destacando que as menções ao carro de luxo podem ser um indicador de previsão de preços para a criptomoeda.

A incidência da palavra “Lamborghini” foi levantada através dos dados do Google BigQuery. O primeiro destaque é para o comportamento da incidência das menções aos termos “Lambo” e “Lamborghini” no Reddit e o preço do Bitcoin contra o dólar durante a alta de 2017 – veja, abaixo, como as duas linhas estão sempre próximas.

Gráfico de incidência da palavra Lamborghini e Preço do BTC. Fonte: ChartStar

Segundo o texto, as buscas por “Lambo” claramente têm um pico logo depois da máxima de preços daquele ano, enquanto há uma grande alta de menções ao termo “Lamborghini” antes da alta de preços.

Outro gráfico mostra o comportamento das menções à “Lamborghini” e o preço do BTC em 2020, mostrando uma disparada nas menções na última semana.

Gráfico da incidência da palavra Lamborghini e o preço do BTC em 2020. Fonte: ChartStar

Bitcoin e Lamborghini: uma relação antiga

A relação entre o Bitcoin e os famosos carros de luxo da Lamborghini não é nova. Ao longo da história das criptomoedas, o amor da comunidade pelas “Lambos” sempre foi notório, criando uma cultura de luxo formada por traders que tiveram grande enriquecimento na bull run de 2017.

A expressão “When Lambo?” (em tradução livre, algo como “Lamborghini quando?”) virou febre na comunidade depois que milhares de traders passaram a trocar seus Bitcoins pelo famoso carro de luxo. A partir daí, “When Lambo” resumiria o sucesso do mercado cripto e de seus investidores.

Segundo uma matéria do Digiday, até mesmo Vitalik Buterin, criador do Ethereum, apareceu em memes, representando Jesus e segurando uma Lamborghini vermelha nas mãos. A CEO da Red Peak, Susan Cantor, diz:

“Historicamente, as Lamborghinis sempre estiveram ao lado dos novos ricos e têm sido um símbolo de riqueza excessiva e sem noção, porquê ninguém precisa mesmo de uma Lamborghini”.

E não é apenas na comunidade do Bitcoin que as Lamborghinis são símbolo de ostentação: elas também aparecem em clipes e músicas pop de estrelas como Kayne West.

Cantor, porém, alerta para os riscos dos excessos e da estigmatização da marca:

“Quando as marcas são especificamente associadas com indivíduos por conta de seu status sócioeconômico isso traz alguns riscos. A Lamborghini deveria trabalhar nas suas premissas ou na sua essência, que é a sua performance”.

Como já noticiou o Cointelegraph, a ostentação de Bitcoins e Lamborghinis também chegou ao Brasil. No ano passado, um cantor do gênero “funk ostentação” gravou uma música em que exaltava o Bitcoin e gabava-se de ter carros da Ferrari e da Lamborghini. Outra música, da pirâmide F2Trading, também citava os carros de luxo.

Além disso, a proliferação de pirâmides de Bitcoin no país também chegou a apreender “Lambos” em nome de investidores lesados pelas supostas empresas de “investimento”, caso por exemplo da Kriptacoin.

Fonte Cointelegraph

Last modified: 14 de fevereiro de 2020